Quem é Maria l O Rosário l Aparições l Novenas l Orações l Devoção do Mês l Artigos l Imagens l Links l Home
 

Novena a Nossa Senhora da Rosa Mística
-----------------------------------------------------------------

 

Oração inicial (para todos os dias):

Deus Pai, criador do Ceu e da Terra, obra mais perfeita de toda vossa criação, é Maria, mãe de vosso Filho, Jesus nosso Salvador.

Venho com alegria vos louvar pela vossa obra prima. Aquela que preparastes, livre do pecado, é motivo de complacência aos vossos olhos. É a mais linda das flores. Seu perfume enleva a alma até o ponto de inebriar a quem medita suas prerrogativas.

No casamento realizado na cidade de Caná, da Galiléia, sem que alguém suplicasse, Maria intercedeu a seu Filho divino e conseguiu a transformação da água em vinho. Também eu quero mostrar minhas dificuldades e que, resolvidas, crio que terei mais um motivo para louvar-vos Deus de amor. Amém.

Oração Final: (para todos dias)

Quisera, meu Deus, elevar orações com o mesmo fervor, confiança e gratidão como fizeram os santos que hoje cantam eternamente no Céu.

Assim nos animam São João Eudes, considerado o precursor da devoção ao Imaculado Coração de Maria; Santo Antônio Maria Claret, fundador da Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria; o melífluo São Bernardo, autor de lindas orações dirigidas à vivência da fé, esperança e caridade. Começando por Maria, a Rosa Mística, com o perfume de suas virtudes repito as preces de Santa Catarina de Sena:

“Ó Senhor, ouvi a vossa serva e não repareis nos seus inúmeros pecados. Peço-vos que ao Vosso Coração todos os servos da vossa Santa Esposa, a igreja, para que sigam pela via da cruz, sobre as pegadas do manso Cordeiro de Deus. Fazei que sejam como anjos em vestes humanas, pois os chamastes para administrar e distribuir o corpo e o sangue precioso de Vosso FILHO. Concedei-me a graça que vos suplico nesta novena para que possa mais amar-vos e glorificar-vos, como eles amaram. Amém.”

Primeiro dia:
Tema: Oração, Sacrifício, Penitência

Na primeira aparição a Pierina Gili, em Montechiari, Nossa Senhora se mostrou com três espadas cravadas no coração. Ao mesmo tempo, também, pronunciou as palavras: “Oração, sacrifício, penitência”.

Não disse mais nada. Desapareceu da visão de Pierina.

Comentaristas posteriores viram nos símbolos das cruzes que a primeira espada simboliza a ruína das vocações sacerdotais religiosas; a segunda, a vida pecaminosa que muitos sacerdotes levam; a terceira é o símbolo da traição de Judas e o ódio contra a Igreja.

Aquela que mais amou seu Filho divino, Jesus, deseja intensamente que Ele seja amado, servido e glorificado por toda humanidade, principalmente pelos que se consagram a Ele: Padres, freiras ou leigos.

Eu acolho essas palavras e me proponho a fazer de minha vida uma oração. Prometo suportar as contrariedades, tais como frio, calor, intempéries e outros sacrifícios diários, com espírito penitencial. Para isso espero que…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

… servirá para me ajudar a cumprir este propósito.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Segundo dia:
Tema: Três Rosas

A segunda aparição de Maria Santíssima, a Rosa Mística, ocorreu em uma sala do hospital da cidade de Montichiari. Pierina Gili viu nossa Mãe celeste vestida de branco e no peito tinha três rosas: uma branca, outra vermelha e aterceira cor de ouro.

Pierina perguntou: ”Quem é a Senhora? “A resposta foi: “Sou a Mãe de Jesus e de todos vós.”

Depois de breve pausa continuou:

“DEeus Pai me envia para promover uma devoção mais intensa e eficaz entre os institutos e as congregações religiosas, tanto masculinas como femininas, e entre os sacerdotes. A todos os que mais me honrar prometo minha proteção, o florir de vocações, menos apostasias e o sumo desejo de santidade nos ministros de Deus. Desejo que o dia 13 de cada mês seja considerado como dia mariano a consagrar preces especiais que se ao de iniciar 12 dias antes das festividades em honra da “Rosa Mística.”

Em seguida, demonstrando alegria no rosto, acrescentou:

“ Neste dia farei descer abundância de graças e santidade de vocações sobre quantos os que me honrarem.”

Pierina perguntou se ela demonstraria o seu poder com algum fato miraculoso. A Senhora respondeu:

“O milagre mais evidente sucederá quando as almas consagradas, cujo espírito se relaxou, sobretudo na última guerra, com graves castigos e perseguições, puserem termo às contínuas ofensas ao Senhor, regressando ao espírito primitivo dos santos fundadores.”

Para agradar a Deus devemos oferecer flores de virtudes: Rosas Brancas, símbolo da oração; Rosas Vermelhas símbolo de sacrifícios e abnegação; Rosas Douradas, símbolo da penitência

QUERO, Senhora, unir-me àqueles que vos honram. Quero pertencer ao grupo daqueles que se interessam pela renovação espiritual. Quero fazer parte dos cantores das vossas prerrogativas. Para isso, concedei-me a graça…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

… para que cheio de gratidão vos louve sempre. Amém.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Terceiro dia:
Tema: A Medianeira

A terceira aparição de Nossa senhora a Pierina aconteceu na capela do hospital de Montichiari.

Estavam presentes três pessoas, entre elas o confessor da vidente. Maria disse:

“ Coloco-me qual medianeira, entre os homens e, em particular, entre as almas dos religiosos e o meu Divino Filho. Ele está cheio de tristeza com as ofensas que recebe diariamente e quer dar curso à sua justiça.”

As pessoas mais visadas pelo inimigo infernal são as consagradas a Deus. O papa Leão XIII, no Motu próprio de 23 de setembro de 1888, dizia: “ Satanás vagueia hoje novamente sobre a terra. Tomando ares de um anjo de luz, lança veneno de sua perfídia como um rio de lama, sobre a humanidade, com o sopro empestado da impureza e dos vícios mais infames.

A rosa vermelha de satanás simboliza todos os inimigos de Deus, em especial de Cristo e da sua Igreja: é o sinal da revolta dos punhos cerrados e erguidos contra o Céu, da violência sanguinária, do marxismo, da ditadura atéia. Tudo foi possível no seio da Igreja por causa de um acentuado exagero da fraternidade (sob capa da verdade) ao desprezo da cruz e do sacrifício, ao tremendo acréscimo de sacrilégios, à troça das formas de piedade cristã, herança da tradição católica, à crítica desagregadora, à guerra aos tabus, etc.”

Diante de tanta maldade, o que posso fazer?
Ó Mãe terna, humildemente suplico que, com vosso poder recebido do próprio Deus, intercedais por toda a humanidade principalmente os consagrados a ele, para que jamais ofendamos ao Criador.

Por isso meu pedido em particular…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

… me ajudará a vencer os anjo das trevas. Amém.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Quarto dia:
Tema: Pecados de Impureza

Estando na Catedral de Montichiari, Maria Santíssima apareceu a Pierina Gili e lhe disse: “ Pelas faltas de impureza, suplico oração e penitência”.

Repetiu a queixa anterior, dizendo que seu Divino Filho estava demais ofendido com os pecados contra a santa pureza… Depois de pequena pausa, acrescentou: “Ele enviará um dilúvio de castigos.” Nova pausa, e depois falou:

“Eu intervim para implorar ainda a misericórdia e, em reparação, rogo oração e penitência.”

Pierina afirmou com a cabeça. Em seguida a Senhora insistiu em recomendar vivamente aos sacerdotes que se empenhassem em combater, o máximo possível, as faltas contra a pureza, e disse: “ Eu encherei de graça os que repararem estes pecados.”

Pierina perguntou: “Seremos perdoados?”

A Senhora respondeu: “Desde que se combata em toda a parte o pecado de impureza, sim.”

Diante destas amáveis advertências, Senhora, também prometo, a começar por mim, levar uma vida de mais amor e pureza, ao mesmo tempo me comprometo em falar e aconselhar que as demais pessoas também o façam. Creio que a graça que peço…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

…me ajudará a amar mais a vós e a Jesus.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Quinto dia:
Tema: Quatro Cruzes

No dia 22 de novembro de 1947, a Senhora apareceu a Pierina. Estavam juntas só três pessoas, entre elas o confessor de Pierina. A Santíssima Virgem lhe disse que fizesse com a línguas quatro pequenas cruzes no solo Catedral, embaixo da cúpula. A aparição veio colocar-se sobre as cruzes e disse:

“ Desci a este lugar sagrado, onde acontecerão grandes coisas.” Acrescentou com amargura: “Os cristãos deste país são os que, agora mais ofendem o Senhor com pecados contra a pureza. Por isso o Senhor pede orações, generosidade no sacrifício e penitência.”

Pierina perguntou: “O que devemos fazer?”

A Senhora respondeu: “Oração”

Depois de breve intervalo, falou: “Aceitai diariamente todas as pequenas cruzes e os trabalhos em sinal de penitência.”

Com uma atitude nobre, disse: “No dia 8 de Dezembro, por volta do meio dia, voltarei aqui a Igreja, onde será a hora da graça.”

Pierina perguntou: ” O que significa hora da graça?”

A Santíssima Virgem respondeu: “Conversões em massa: almas endurecidas, gélidas como um mármore, serão tocadas pela graça divina, tornando-s fiéis ao Senhor e apaixonadas por Ele.”

Senhora minha Mãe! Também quero desagravar vosso Imaculado Coração. Quero praticar a penitência salvadora. Para isso, ofereço desde já as contrariedades de cada dia.

Espero que a graça que peço…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

…me ajudará a praticar os meus propósitos.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Sexto dia:
Tema: Consagração ao meu Imaculado Coração

Na sexta aparição, Nossa Senhora estava vestida de branco com o manto caindo dos ombros. Duas crianças estavam ao seu lado. Pierina perguntou: “ Quem são estas crianças?” E Maria respondeu: “São Jacinta e Francisco; eles te acompanharão nas tribulações, pois também eles, embora mais novos do que tu, sofreram bastante. Eis o que eu quero: Bondade e simplicidade como a destas crianças.”

Continuando, Maria Santíssima disse: “Quero mostrar o meu Coração Imaculado que é tão pouco conhecido dos homens. Em Fátima, desejei propagar a devoção da consagração ao meu Coração Imaculado; em Bonate, procurei inculcar essa devoção nas famílias cristãs; em Montichiari, desejo porém que a devoção a Rosa Mística, unida a do meu Coração se aprofunde e se propague nos institutos religiosos, a fim de que as almas consagradas possam atrair do meu coração materno graças mais abundantes.” Concluindo essas palavras abriu os braços em sinal de proteção e disse:

“O Senhor seja louvado.” E desapareceu.

Senhora minha Mãe, será grande a alegria poder ver vosso nome honrado por todo o universo. Quero unir-me aos adoradores espalhados por todo o mundo para cantar vossas prerrogativas, agradecendo ao vosso Filho Redentor tudo o que fez pela nossa salvação. Creio que a graça que peço…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

… me ajudará neste propósito.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Sétimo dia:
Tema: Rosa Mística

No dia 8 de dezembro de 1947, a multidão lotava a catedral e Pierina teve dificuldades para entrar no templo. Chegando no lugar central, ajoelhou-se e começou a rezar o terço, pouco depois exclamou: “Ó” A Senhora!” Fez-se um grande silêncio que, nas palavras do próprio pároco, Mons. Francisco Rossi, se podia ouvir o vôo de mosca…

A Santíssima Virgem estava de pé no cimo de uma escada, adornada em ambos os lados com rosas brancas, vermelhas e amarelas. Ela desceu alguns degraus, sorriu e disse:

“ Eu sou a Imaculada Conceição.”Depois desceu mais alguns degraus e completou:

“Eu sou a Mãe da Graça do meu Divino Filho Jesus Cristo”; Continuou descendo e disse: “Aqui, em Montichiari, quero ser chamada Rosa Mística. Desejo que todos os anos no dia 8 de dezembro, se realize ao meio dia, a hora da graça universal, com a qual se hão de obter numerosos favores para a alma e para o corpo. O Senhor, o Meu Divino Filho, concederá grande Misericórdia contanto que os bons não deixem de orar pelos seus irmãos pecadores. Comunicai logo ao santo padre, o Papa Pio XII, o meu desejo de que esta hora da graça se difunda e se pratique em toda a terra. Os que não puderem ir a igreja obterão as graças desde que orem em suas casas. A quem orar e derramar lágrimas de arrependimento nesta igreja ser-lhe-á indicada uma via segura para obter do meu coração graças e valimento.”

A Santíssima Virgem apresentou seu coração resplandecente e Pierina ouviu: “Eis o coração que tanto ama a humanidade, mas a maioria paga com ultrages.” Depois de uns instantes, acrescentou: “Quando os bons e também os maus, se reúnem em oração, alcançarão do meu coração misericórdia e paz… até agora os bons, graças a minha intercessão, obtiveram do Senhor um ato de misericórdia, que lhes valeu ao ser afastado um grande flagelo.” Sorrindo falou:

“Dentro de pouco tempo, o mundo conhecerá a grandeza desta hora da graça.”

Não se contendo em si mesma, Pierina suplicou: “Linda Senhora, obrigada; abençoai-me, abençoai minha pátria (A Itália) o mundo inteiro, de forma especial o Santo Padre, os sacerdotes, os religiosos e também os pecadores.”

A Senhora retorquiu: “Já está pronta a abundância de graças para todos os filhos que escutam a minha voz e tomam a peito as minhas súplicas.”

Minha Senhora e Mãe, quero ser contado entre os grupos que rezam em Espírito de desagravar o Bom Jesus e vós mesma, Procurando a perfeição da vida. Creio que as graças que solicito…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

…ajudarão a minha transformação espiritual. Assim humildemente suplico. Amém.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Oitavo dia:
Tema: Graças especiais

Os milagres praticados por Jesus durante sua vida mortal são chamados sinais para comprovar sua missão sagrada de Redentor. Para que o povo se convencesse da veracidade das aparições em Montichiari, aconteceram muitos fatos miraculosos. A ciência não sabe como explicar. Entre eles narram-se:

1.A Cura instantânea de uma criança de 5 ou 6 anos que, por causa da poliomielite, não podia andar nem se quer manter-se em pé. Foi levada no colo até a igreja. Depois viram-na erguer-se em um instante e caminhar sozinha. Foi mostrada a multidão, em uma varanda de um prédio em frente da igreja. Todos puderam verificar com grande emoção a cura sucedida. A pequena corria de um lado para o outro, daqui para ali, na varanda ela, na sua inocência, disse que viu Nossa Senhora sorridente.
2.Outro caso bem notório foi de uma moça de 26 anos que a 12 padecia de uma forma grave de tuberculose, e desde os nove anos já não conseguia pronunciar uma única palavra. Subitamente entoou um cântico de júbilo, com voz forte, timbrada e clara. Ambos se mantiveram posteriormente, sempre em perfeito estado de saúde.
3.Outro caso bem notório ocorreu em uma casa particular, quando a aparição acontecia na Igreja. Uma senhora de aproximadamente 36 anos obteve a cura instantânea. Ela não era normal, porém não era total ente débil mental. Não falava e, ainda pior, não era capaz de governar as própria necessidades. Seu pai na manhã das aparições, foi a igreja participar da missa e rezar a Nossa Senhora. A enferma era cuidada pela cunhada que, as vezes, se oferecia para lhe assistir e fazer companhia. Em quanto na Sé as pessoas se dedicavam a oração, rezando o terço ela exclamou em sua casa: “Ó minha querida Senhora se tu verdadeiramente apareces na Sé, cura esta infeliz.” Naquele precioso momento a doente estava completamente curada; fora de si com a grande alegria pôde unir-se à cunhada na recitação do terço. Podemos imaginar a comoção do pai, quando ao chegar em casa encontrou a filha curada. Esse milagre excitou a maior admiração entre o povo e foi reconhecido pelos médicos como o mais importante e significativo, pois era excluir qualquer sugestão. A cura foi, na realidade, total e definitiva. A pós alguns anos, a milraculada morreu, mas o irmão estava em condições de fornecer todos os esclarecimentos a este respeito.
Senhora minha mãe! Quero também ter a fé que demonstraram tais miraculados. Creio que a graça que peço…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

…me ajudará a crescer nas virtudes teologais: Fé esperança e caridade.

Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Nono dia:
Tema: Rezai o terço

Em diversas aparições, a Senhora Mãe de DEUS, assim como em Fátima e outras cidades, tem exortado repetidas vezes a recitação do terço; são suas as palavras:

“Rezai o santo terço! Eis o santo rosáio! Quantos o rezarem alcançarão de mim inúmeras graças. Ele é um forte vínculo a prender-vos ao meu coração, ele glorifica o Senhor Rei do Céu e da Terra. Saibam, meus devotos que é precioso expiar muitos pecados feitos contra o meu divino Filho Jesus Cristo.

Meu filhos, amai-vos uns aos outro! Amor a Deus e amor ao próximo! A oração é o amor que sobe ao Céu. Desejo que os meus filhos o compreendam para se realizar o que eu digo. Sobre todos desça a bênção do Senhor. Rezai o Santo rosário.”

Na aparição ocorrida em Janeiro de 1971, Nossa Senhora disse a Pierina: Um terço rezado devotamente é um penhor para qualquer intercessão; é a contemplação dos mistérios da fé. O Pai Nosso é a prece da união… A prece do Senhor, a prece da glorificação da Trindade Santíssima ao recitar o Glória. Diz aos meus filhos que rezem o santo terço, elo de fé e de luz, e vínculo de união, de glória, de bem-aventurança.”

Na aparição de 25 de julho do mesmo ano, a Mãe celeste disse:

Pierina, este é um lugar oração; convido-vos ainda ao santo rosário que é tão bem aceito pelo Senhor. Saibam-no todos os meus filhos que acudirão ao meu pedido com a comunhão reparadora que eu lhes paguei com enorme abundância de graças e, aos que vieram a fonte e me honrarem com sua devoção diz-lhes que rezem o santo rosário. Eu mesma descerei do Céu para ofertar ao Senhor esta oração. Neste lugar, os corações unidos palpitam em um único frêmito de amor entre o Céu e a Terra. Quantas graças serão concedidas! Eu vejo e abençôo tudo e a todos.”

Minha mãe Celeste, eu me proponho a recitar o santo terço todos os dias. Impossibilitado de recitá-lo, ao menos meditarei nos meus mistérios da redenção. A graça que peço me ajudará a meditar no mistérios da vida de Cristo…

(coloca-se a graça que se deseja alcançar)

Salve Rainha, Pai Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai.

Ao concluir esta novena, ó mãe, olhando para o vosso coração repleto de amor, lembro-lhe as palavras de São Bernardo:

“ Virgem Maria, Mãe amorosa, lembrai-vos: Os que pedirão vossa ajuda, os que reclamaram vosso apoio, os que a vos recorreram ninguém jamais disse que deixou de ser atendido.”

NOVENAS
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
--------------------------------
®2005 - Todos os direitos reservados l Desenvolvido por Karina Melo