Quem é Maria l O Rosário l Aparições l Novenas l Orações l Devoção do Mês l Artigos l Imagens l Links l Home


  Artigos
________________________________________________________________________________________________________

Devoção à Divina Misericórdia

Nosso Senhor não apenas ensinou a Irmã Faustina os pontos fundamentais da confiança e da misericórdia para com os outros, mas também revelou maneiras especiais para vivenciar a resposta à Sua misericórdia. A isso chamamos de devoção à Divina Misericórdia.

A palavra "devoção" significa o cumprimento das nossas promessas. É uma entrega da nossa vida ao Senhor, que é a própria Misericórdia. Entregando as nossas vidas à Divina Misericórdia - ao próprio Jesus Cristo -, nós nos tornamos instrumentos da Sua misericórdia para com os outros, e assim podemos vivenciar o mandamento do Senhor:

Sede misericordiosos como também vosso Pai é misericordioso (Lc 6,36).

Através de Irmã Faustina, Nosso Senhor nos deu meios especiais de fazer uso da Sua misericórdia:

  • a Imagem da Misericórdia Divina.
  • Terço da Misericórdia
  • a Festa da Misericórdia
  • a novena e a oração das 3 horas da tarde -- a hora da Sua morte.

Esses meios especiais são um acréscimo aos Sacramentos da Eucaristia e da Reconciliação que foram dados à Igreja.

Imagem de Jesus misericordioso

Jesus apareceu a Irmã Faustina com raios de luz vermelha e pálida saindo da área do Seu coração. Sua mão estava erguida para a bênção, lembrando a cena da noite do Domingo de Páscoa (v. Jo 20,19-23).

Pediu a Irmã Faustina que essa visão fosse pintada juntamente com as palavras "Jesus, eu confio em Vós".

Apresentou essa imagem para lembrar às pessoas que devem confiar em Sua misericórdia e recorrer a Ele para pedi-la: Ofereço aos homens um vaso com o qual devem vir buscar graças na fonte da misericórdia. O vaso é esta imagem com a inscrição: Jesus, eu confio em Vós (Diário 327).

Jesus explicou que os raios representavam o sangue e a água que haviam brotado do Seu lado perfurado e ensinou a Irmã Faustina a oração: Ó sangue e água, que brotastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia, eu confio em Vós (Diário 84).

O Terço da Misericórdia

Nosso Senhor ensinou à Irmã Faustina uma oração pela misericórdia que ela devia rezar "incessantemente".

Disse-lhe que rezando dessa forma as suas orações teriam grande poder pela conversão dos pecadores, pela paz para os moribundos e mesmo para controlar a natureza.

Nós também podemos rezar esse terço usando as contas comuns do rosário de cinco dezenas.

Começamos com o Pai Nosso, Ave Maria e Creio.

A seguir, nas contas grandes rezamos:

Eterno Pai, eu Vos ofereço o Corpo e o Sangue, a Alma e a Divindade do Vosso Diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e dos do mundo inteiro.

Nas contas pequenas rezamos: Pela Sua dolorosa Paixão, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

E no fim rezamos três vezes: Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

Festa da Divina Misericórdia

Nosso Senhor pediu a Irmã Faustina para rezar e esforçar-se para estabelecer uma Festa da Divina Misericórdia no Domingo depois da Páscoa.

Ele lhe disse: Nesse dia estão abertas as entranhas da Minha misericórdia. Derramo todo um mar de graças nas almas que se aproximam da Minha misericórdia. A alma que se confessar (oito dias antes ou depois) e receber a Santa Comunhão alcançará o perdão total das culpas e castigos (Diário 699).

Trata-se de um dia que deve celebrar o mistério pascal com um enfoque na mensagem da misericórdia de Deus.

Deve ser um dia de esquecimento e perdão total, como o dia das expiações no antigo Testamento (v. Lev 16). Serão perdoados todos os nossos pecados e a punição devida a eles.

Nós já podemos celebrar esse "Domingo da Misericórdia" indo nos confessar (oito dias antes ou depois) e comungar nesse dia.

Podemos exaltar a misericórdia do Senhor através de nossas orações e obras de caridade.

Novena à Divina Misericórdia

Como preparação para a Festa da Misericórdia Divina, o Senhor pediu a Irmã Faustina para fazer uma novena de orações desde a Sexta-Feira Santa até o sábado seguinte. Esses nove dias de oração antes da Festa da Misericórdia são como os nove dias de oração no quarto de cima antes do dia de Pentecostes (v. At 1,14).

Para cada um dos nove dias, Nosso Senhor deu a Irmã Faustina uma intenção diferente: toda a humanidade, especialmente os pecadores; as almas dos sacerdotes e religiosos; todas as almas devotas e fiéis; aqueles que não crêem n’Ele e aqueles que ainda não O conhecem; as almas do irmãos separados; as almas mansas e humildes e as almas das crianças pequenas; as almas que especialmente veneram e glorificam a Sua misericórdia; as almas que sofrem no purgatório; as almas que se tornaram tíbias. Desejo que durante esses nove dias conduzas as almas à fonte da Minha misericórdia, a fim de que recebam força e alívio e todas as graças de que necessitam nas dificuldades da vida, especialmente na hora da morte (Diário 1209).

Nós também podemos fazer uma novena de orações nessas e outras intenções, especialmente rezando o Terço da Divina Misericórdia.
Clique aqui para visualizar a Novena.

Oração às 3 horas da tarde

Nas Suas revelações a Irmã Faustina, Jesus pediu uma lembrança diária especial das três horas da tarde, a hora exata em que morreu por nós na cruz:

Às três horas da tarde implora a Minha misericórdia especialmente para os pecadores, e ao menos por um breve momento reflete sobre a Minha Paixão, e acima de tudo sobre o abandono em que me encontrei no momento da agonia: essa é uma hora de grande misericórdia para o mundo inteiro. Permitirei que penetres na Minha tristeza mortal. Nessa hora não negarei nada à alma que me pedir em nome da Minha Paixão (Diário 1320).

Às 3 horas podemos rezar:

Vós morrestes, Jesus, mas uma fonte de vida jorrou para as almas, e um mar de misericórdia se abriu para o mundo inteiro. Ó Fonte de Vida, Misericórdia Divina inescrutável, envolvei o mundo todo e derramai-vos sobre nós (Diário 1319).

Ó Sangue e Água que brotastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vos. (Diário 84).

Fonte: http://www.misericordia.org.br

®2005 - Todos os direitos reservados l Desenvolvido por Karina Melo