Quem é Maria l O Rosário l Aparições l Novenas l Orações l Devoção do Mês l Artigos l Imagens l Links l Home


Devoção do Mês
_______________________________________________________________
Um Natal com Jesus

 

Celebramos o santo Natal, todos os anos, para três finalidades: Recordar. Celebrar. Atualizar.

1. Recordamos - fazemos memória - do grande acontecimento da história da humanidade: a vinda do Salvador. Na recordação, contemplamos e avivamos em nós o divino e infinito amor de Deus Pai que nos enviou Jesus; de Jesus que veio como Salvador; do Espírito Santo que preparou, fecundou e deu toda a assistência a Maria. Recordamos, contemplamos e admiramos o amor de Maria e de José. Recordamos a realidade mais importante de nossa vida terrena: nossa salvação.

2. Celebramos - As maravilhas que recordamos são tão extraordinárias e significativas para nós, que somos induzidos, motivados e elevados a um estado de festa no coração, a ponto de celebrarmos com grande preparação e com solene e festiva emoção tal acontecimento: o Natal! Que festa é o Natal!

3. Atualizamos - Apropriamos. O Salvador continua no meio de nós, todos os dias, nos oferecendo todas as graças salvíficas de que tenhamos necessidade. Por outro lado, a nossa salvação é um processo contínuo que se iniciou no Batismo e deve prosseguir até nossa morte. Exatamente por causa dessas duas verdades, na celebração do Natal de Jesus  procuramos acolher ainda mais consciente, profunda e radicalmente a Jesus, declarando-O nosso Salvador, entregando a Ele nossa vida, a fim de que nos salve sempre mais profundamente, e nos santifique para a glória dos céus.

Na celebração do Natal procuramos "nos apropriar", tornar próprio, tornar nosso, o Salvador, bem como todas as graças: para uma conversão mais radical a Ele e aos nossos irmãos; para o perdão mais profundo de nossos pecados; para a reconciliação maior com nossos irmãos com quem tenhamos problemas de desamor, perdoando e pedindo-lhes perdão; para uma mais profunda libertação e cura de problemas psicológicos e emocionais, e de lembranças dolorosas; para tomarmos decisões fortes para vivermos uma vida cristã mais consciente, firme e operosa. Sem uma "apropriação" das graças específicas da "festa do Salvador e da salvação", não há verdadeiro Natal. Natal acontece quando abrimos o coração para o Salvador aniversariante e para as graças de salvação e santificação que Ele traz consigo.

PREPARAÇÃO

O Natal é uma celebração tão rica e profunda que exige de cada um de nós alguma preparação. Quanto melhor preparados, maiores serão as bênçãos do Salvador. Podemos lembrar alguns caminhos de preparação:

1. Participar consciente e decididamente das quatro semanas do tempo do Advento, na sua comunidade paroquial.

2. Participar de uma boa Novena de Natal, na sua comunidade ou com um grupo de famílias.

3. Preparar-se muito bem para realizar uma santa Confissão sacramental individual, logo antes do Natal.

4. Colocar símbolos natalinos em sua casa, no escritório ou no local de trabalho, desde o início do Advento, a fim de lhe lembrarem que o Natal de Jesus se aproxima a cada dia.

5. Preparar a "Ceia Natalina" ou outra refeição festiva de Natal, "para Jesus", isto é, centralizada em Jesus, lembrando que o festejado, o aniversariante, a Pessoa mais importante desse encontro é Ele.

6. Se houver condições, encaminhar algum auxílio material para alguma família muito carente, para que tenham algo a mais para celebrar e "sentir que é Natal".

7. Com antecedência, combinar na família qual a Santa Missa de Natal a que todos se farão presentes para, juntos, celebrarem o Salvador e para receber suas bênçãos natalinas.

 

Fonte: Pe. Alírio José Pedrini,SCJ, Revista Brasil Cristão.


 

®2005 - Todos os direitos reservados l Desenvolvido por Karina Melo